Fibra de vidro

Fibra de vidro, nome popularmente reconhecido, é um material compósito polímero reforçado também conhecido pela sigla PRFV.

Esta fibra é um material composto da aglomeração de filamentos finíssimos de vidro que flexíveis e não rígidos. Ao ser adicionado à resina poliéster ou outro tipo de resina, se transforma em um composto conhecido como fibra de vidro, porém seu nome correto é PRFV, ou seja, Polímero Reforçado com Fibra de Vidro.

O PRFV possui alta resistência à tração, flexão e impacto, sendo muito utilizado em aplicações estruturais. É leve e não conduz corrente elétrica, sendo também utilizado como isolante estrutural. Permite ampla flexibilidade de projeto, possibilitando a moldagem de peças complexas, grandes ou pequenas, sem emendas e com grande valor funcional e estético.

A fibra de vidro, diferente da fibra de aço, não enferruja e tem uma excelente resistência a ambientes altamente agressivos aos materiais convencionais. A resistência química do PRFV é determinada pela resina e construção do laminado. Pode ser produzido em moldes simples e baratos, viabilizando a comercialização de peças grandes e complexas, com baixos volumes de produção. Mudanças de projeto são facilmente realizadas nos moldes de produção, dispensando a construção de moldes novos. Os custos de manutenção são baixos devido à alta inércia química e resistência às intempéries, inerente ao material.

As montadoras brasileiras Gurgel e Puma fabricavam seus carros com carrocerias de fibra de vidro.

As fibras de vidro, junto às resinas, são bem utilizadas em impermeabilização de estrutura de concreto armado.

Write a comment

3 − 2 =